quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Ravel, Daphnis et Chloé Suite No.2. Conductor Wolfgang Sawallisch & The Philadelphia Orchestra

I.Lever de jour
II.Pantomime
III.Danse générale

Parte 01 de 02
 

Parte 02 de 02
 

Maestro: Wolfgang Sawallisch - http://pt.wikipedia.org/wiki/Wolfgang_Sawallisch
Orquestra: The Philadelphia Orchestra - www.philorch.org
Flautista principal: Flautista Jeffrey Khaner

Daphnis et Chloé é um balé com música de Maurice Ravel . Ravel descreveu como um "choréographique Symphonie" (sinfonia coreográfica). A história diz respeito ao amor entre o pastor Daphnis e Chloé a pastora. Mais

Baixar partitura: http://imslp.org/wiki/Daphnis_et_Chlo%C3%A9_Suite_No.2_(Ravel,_Maurice)

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Tchaikovsky, Fantaisie-ouverture 'Romeo en Julia'. Conductor Andris Nelsons & Royal Concertgebouw Orchestra

Andante non troppo—Allegro giusto



Maestro: Andris Nelsons - http://en.wikipedia.org/wiki/Andris_Nelsons
Orquestra: Royal Concertgebouw Orchestra
Primeira Flautista:  Emily Beynon   (Used Flute Altus)

Romeu e Julieta é uma obra orquestral composta por Pyotr Ilyich Tchaikovsky . Está obra de Tchaikovsky tem estilo de Overture-Fantasy e foi baseado emn Shakespeare's play of the same name. Igualmente a outros compositores como Berlioz e Prokofiev, Tchaikovsky foi profundamente inspirado por Shakespeare e escreveu obras com base em The Tempest e Hamlet as well. Mais.

Baixar partitura: http://imslp.org/wiki/Romeo_and_Juliet_(overture-fantasia)_(Tchaikovsky,_Pyotr)

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Beethoven, Symphony No. 9 in D Minor, Op. 125 "Chpral". Conductor Christian Thielemann & Wiener Philharmoniker

1. Allegro ma non troppo, un poco maestoso
2. Molto vivace
3. Adagio molto cantabile, andante moderato
4. Finale: Presto



Maestro: Christian Thielemann
Orquestra: Wiener Philharmoniker - www.wienerphilharmoniker.at
Primeiro Flautista: Dieter Flury
Soprano: Annette Dasch
Contralto: Mihoko Fujimura
Tenor: Piotr Beczala
Bass: Georg Zeppenfeld

A sinfonia n.º 9 em ré menor, op. 125, "Coral", é a última sinfonia completa composta por Ludwig van Beethoven. Completada em 1824, a sinfonia coral mais conhecida como Nona Sinfonia é uma das obras mais conhecidas do repertório ocidental, considerada tanto ícone quanto predecessora da música romântica, e uma das grandes obras-primas de Beethoven.
A nona sinfonia de Beethoven incorpora parte do poema An die Freude ("À Alegria"), uma ode escrita por Friedrich Schiller, com o texto cantado por solistas e um coro em seu último movimento. Foi o primeiro exemplo de um compositor importante que tenha utilizado a voz humana com o mesmo destaque que a dos instrumentos, numa sinfonia, criando assim uma obra de grande alcance, que deu o tom para a forma sinfônica que viria a ser adotada pelos compositores românticos.
A sinfonia n.º 9 tem um papel cultural de extrema relevância no mundo atual. Em especial, a música do último movimento, chamado informalmente de "Ode à Alegria", foi rearranjada por Herbert von Karajan para se tornar o hino da União Européia. Outra prova de sua importância na cultura atual foi o valor de 3,3 milhões de dólares atingido pela venda de um dos seus manuscritos originais, feita em 2003 pela Sotheby's, de Londres. Segundo o chefe do departamento de manuscritos da Sotheby's à época, Stephen Roe, a sinfonia "é um dos maiores feitos do homem, ao lado do Hamlet e do Rei Lear de Shakespeare". Mais.

Baixar partitura: http://imslp.org/wiki/Symphony_No.9,_Op.125_(Beethoven,_Ludwig_van)

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Beethoven, Symphony No. 4 in B Major, Op. 60, conductor Christian Thielemann & Wiener Philharmoniker

1. Adagio - Allegro vivace, 2/2.
2. Adagio, 3/4 em mi bemol maior
3. Allegro vivace, 3/4
4. Allegro ma non troppo, 2/4


Maestro: Christian Thielemann
Orquestra: Wiener Philharmoniker - http://www.wienerphilharmoniker.at/
Primeiro Flautista: Dieter Flury

Sinfonia N º 4 em B Flat Major ( Op. Cit. 60) , é uma sinfonia de Ludwig van Beethoven , escrito no verão de 1806. Ele estreou em março de 1807 em um concerto privado da casa do Príncipe Franz Joseph von Lobkowitz . O trabalho foi dedicada ao conde Franz von Oppersdorff , um parente do padroeiro de Beethoven, o príncipe Lichnowsky. Mais

Partitura: http://imslp.org/wiki/Symphony_No.4,_Op.60_(Beethoven,_Ludwig_van)